Rita Passos

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Tião Ribeiro recebe homenagem de Rita Passos na Assembleia Legislativa de São Paulo

Tião Ribeiro recebe homenagem de Rita Passos na Assembleia Legislativa de São Paulo

Poeta e produtor cultural no município de Salto, Sebastião Ribeiro (Tião Ribeiro) recebeu, nesta sexta-feira (06/04), o “Prêmio Inezita Barroso – 2ª Edição 2018” em sessão solene realizada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. A indicação do cantor ao prêmio foi feita pela deputada estadual Rita Passos (PSD) membro da Comissão de Educação e Cultura da Alesp. Juntamente com o cantor, esteve presente na solenidade o vereador Vinicius Saudino e o jovem Matheus Lima, 13 anos, que participa do “Projeto Cultura Pura”, idealizado por Tião em Salto há onze anos. Além do Tião Ribeiro, receberam a homenagem outras nove personalidades que se destacaram pela contribuição à música caipira de raiz.

Tião Ribeiro recebeu na tribuna pelas mãos da deputada Rita a placa do prêmio e agradeceu a parlamentar pela indicação. Na ocasião, Tião recitou verso onde destacou Inezita como ícone da música sertaneja. “Desde a infância eu sempre ouvia falar do boi tinhoso, quero ver o sertanejo que não se lembra de Inezita Barrozo”. 

Rita Passos enalteceu o talento de Tião, e falou sobre a importância do prêmio. “A música caipira está indo por todo lugar, e a nossa missão frente à Comissão de Educação e Cultura é buscar e homenagear esses artistas para que eles possam continuar com esse trabalho lindo de divulgação da música caipira”, afirmou Rita.

O “Projeto Cultura Pura” de Tião Ribeiro foi fundado em Salto no ano de 2006, com o objetivo de lutar pela música sertaneja de raiz. O projeto resgata antigas tradições como Folia de Reis e também incentiva e ensina as tradições caipiras as crianças, jovens e adultos por meio de treinamentos e aulas de viola caipira, violão e canto.

Matheus Lima, de SaltoMatheus Lima Pontes é fruto das ações do “Projeto Cultura Pura”. Jovem de periferia há cinco anos participa do projeto. Durante a sessão solene ele mostrou o seu talento cantando a moda de viola sertaneja raiz. De acordo com Tião Ribeiro, Matheus toca viola caipira, cavaquinho e é apresentador nos eventos do “Projeto Cultura Pura”.

O Prêmio Inezita Barroso tem como principal objetivo homenagear personalidades que se destacaram na sociedade em razão de sua contribuição com a música caipira de raiz e qualquer outra forma de arte genuinamente popular que a complemente.

Os homenageados desse ano foram: Coral Sertanejo do Clube da Viola de Bauru, José Fortuna (in memoriam) de Itápolis, Mestre Lica (José Francisco de Paula Lica) de Taubaté, Bob Vieira (Luiz Antônio Vieira) de Itapetininga, Orquestra Penapolense de Música de Raiz de Penápoles, Programa Laços da Terra de Ribeirão Preto, Tião Ribeiro e Projeto Cultura Pura de Salto, Sebastião Vitor Rosa (Tião Mineiro) de Campinas, Valdemar Alves dos Reis de Araçatuba e Companhia Cênica de São José do Rio Preto.

Inezita Barroso foi cantora, atriz, instrumentista, bibliotecária, folclorista, professora e apresentadora de rádio e televisão. Recebeu o troféu Roquette Pinto como melhor cantora de rádio; o prêmio Guarani, como melhor cantora em disco, além do prêmio Saci de Cinema. Em 2003, foi condecorada com a medalha Ipiranga, recebendo o título de comendadora da música raiz. Inezita Barroso faleceu em 2015, aos noventa anos, devido a uma insuficiência respiratória.